BLOG

Conteúdo para seu desenvolvimento

 

7 coisas que você não deve fazer ao procurar emprego

Assunto: Geral

18/08/2016
Comentários: 7

7 coisas que você não deve fazer ao procurar emprego

Procurar emprego é algo sério!

Procurar emprego é algo sério e deve ser tratado como um trabalho. Aqui temos algumas dicas do que NÃO fazer em caso de desemprego. Estas dicas irão lhe ajudar a ajustar o rumo de sua busca.

Algumas dicas rápidas sobre como melhorar sua busca por um novo emprego.  Sete coisas que você não deve fazer ao procurar emprego:

1. Perder o foco
Nada de ficar vagando por aí sem destino, nunca perca seu foco. Seus objetivos, suas motivações! É superimportante estar alinhado com seu ideal de vida e aquilo que lhe traz felicidade, realização e sentido para você. Analise os detalhes, FAÇA UMA LISTA, o que é importante e o que você pode abrir mão.
Pode parecer algo até irrisório, de pouca utilidade, porém um bom começo para manter seu foco é usar um mapa. Sim! Mapa! Você deve se tornar um ótimo navegador em busca de seu novo emprego.
Traduzindo em algo prático: procure seu emprego por região, o lugar onde você quer trabalhar. Irá trabalhar de carro? Tem estacionamento perto? É acessível? Passa ônibus de 15 em 15 minutos? Tem que andar muito? A empresa oferece transporte? Tem colegas que podem lhe  dar carona? Os horários da escala de trabalho são bons? Tudo isso parece detalhe bobo, coisas insignificantes, porém tudo que NÃO faz parte do SEU trabalho, das atividades que VOCÊ faz ou que irá desempenhar, podem minar seu psicológico e causar estresse.

2. Não ter as qualidades exigidas para a Vaga de Emprego
Se a vaga pede que você fale inglês, você precisa falar inglês, e não é o básico da escola, é língua estrangeira para negociar, conversar, falar ao telefone, vender produtos, oferecer serviços e resolver problemas. Se a vaga pede ensino médio completo, precisa ter o ensino médio completo e ponto. Isso é igual para o curso de faculdade, até tem matérias correlatas em diversos cursos por aí, porém as competências aprendidas são únicas de cada curso, dá para improvisar? Dá, mas é aquele negócio, pode ser que você erre o alvo ao tentar flexibilizar demais.
Sendo direto, analise bem a vaga que está buscando e só aplique para aquelas que você tem certeza de que seu perfil esteja de acordo. Com a LISTA que você tem isso pode ser resolvido facilmente. Não é negar trabalho, é ser objetivo.

3. Entrar em desespero
Nunca, de forma alguma entre em desespero! Aguente firme que sua hora vai chegar, enquanto você não consegue aquele emprego massa que tanto busca, existem alternativas para ganhar uma grana e se manter, sites como o getninjas e o mobjob já estão aí para lhe dar aquela mãozinha, fazer bicos não é problema pra ninguém, e fazer algo durante o tempo em que se está na busca por um emprego pode até lhe ajudar a aumentar sua rede de contatos e se expor mais.
Corte despesas, regalias e coisas supérfluas, enquanto o dinheiro não aparece. Evite ao máximo se endividar. Se possível adie alguns planos, viagens, reformas, compras, para épocas melhores.

4. Ficar parado
O quê? Não fez nenhum curso novo nos últimos meses? Está sem ler um único livro nos últimos 90 dias? Quê? Nem a carteirinha da Biblioteca Pública de sua cidade você fez? Já ouviu falar em youtube? Pois é, tem dezenas de centenas de milhares de bons cursos por lá e tem inclusive treinamentos que você pode seguramente incluir em seu CV para incrementar seus conhecimentos e habilidades. Vai lá!
Não tem experiência? Não tem problema! Você pode fazer serviço voluntário e assim adquirir experiência profissional. A questão não é remuneração, salário, mas sim colocar em uso seus talentos e conhecimentos, e até mesmo aprender coisas novas, o que irá demonstrar atitude de perseverança, busca de melhoria e desenvolvimento pessoal, resiliência e improvisação. Qualidades altamente recomendadas pelas empresas atualmente.

5. Não abrir o jogo com os amigos, parentes, colegas e conhecidos
Sua Rede de Contatos precisa saber de sua busca por um novo emprego. Claro que não precisa contar detalhes de sua luta, contudo, se parece impossível sua recolocação no Mercado de Trabalho e as chances são poucas, é preciso aumentar sua exposição. Uma postura assertiva e clara sobre sua condição.
Falando em exposição, é bem isso, se expor irá lhe trazer mais resultados. Falar com outras pessoas sobre sua busca por trabalho é importante. Só assim você poderá ser indicado por alguém, ou receberá informações que não saberia se não tivesse compartilhado seus objetivos.
Partindo para a ação: monte agora uma lista de contatos que você pode ligar, enviar um e-mail ou mensagem para agitar sua networking.

6. Não revisar o CV
Revisar seu currículo é como recarregar as baterias. A releitura e análise feitas para revisar o conteúdo ajuda você a se conhecer melhor e ir ajustando as arestas, lapidando esta ferramenta que é a porta de entrada para o emprego. Seu CV é o retrato de sua caminhada profissional, é sua carreira de vida (curriculum vitae), ali é onde estão seus pontos mais importantes de seus empregos e atividades exercidas ao longo da vida profissional e um pouco do lado pessoal, é fundamental estar sempre atualizado e afiado, ou seja, reler, reescrever algumas frases, melhorar as palavras, imaginar seu alvo – os recrutadores e gestores das empresas – aqueles que irão lê-lo.
O texto precisa estar coeso, inteligível, e de fácil compreensão, para que suas qualidades, competências se evidenciem.
É fácil? Não! É uma arte! Por isso, se tiver dificuldades, procure um profissional que o ajude, pode ser um amigo, um parente, um site que lhe de dicas.
Estude seu CV, imagine-se no lugar do selecionador: a linguagem está formal, sem erros gramaticais e ortográficos? Está escrito de uma maneira que dê vontade de chamar esta pessoa para uma entrevista? Pergunte-se: eu contrataria esta pessoa para a vaga? Sou tudo isso?

7. Não ter estratégia
Lembra da lista? Agora é hora de colocar uma nota para cada item e enumerar as prioridades. Juntar tudo: local de trabalho, com qualificações, cursos, conhecimento, experiências, contatos, CV revisado e partir para a ação.

Sua estratégia será a bússola que lhe apontará o norte e a direção a seguir.


Tags:

Foco, Qualidades, Desespero, Estagnação, Networking, Revisar CV, Estratégia, Determinação, Empenho




COMENTÁRIOS

Veja o que falam sobre isso

7 coisas que você não deve fazer ao procurar empregoup

31 outubro 2016

Alexandre

Sou administrador de empresas e acadêmico de direito, estou desempregado e a procura de recolocação profissional independente da área a atuar, onde se encontra freelance ou trabalhos em sistema home-office que eu possa executar?

Alexandre

29 outubro 2016

Odair

Em tempos atuais onde temos 12 milhões desempregados as dicas mencionadas tem enorme valor agregado !

Odair

11 outubro 2016

Cleuza Alves de Souza Santos

Excelentes dicas. Preciso de uma ajuda. Sou consultora autônoma de produtos de beleza. Devo mencionar essa atividade em meu currículo? Obrigada

Cleuza Alves de Souza Santos


« primeira   « página anterior | próxima página»   última»

Deixe aqui seu comentário!



Artigos do Blog

12 julho 2017
03 julho 2017
28 junho 2017
24 junho 2017
22 junho 2017

Home Office - Assistente Virtual

Economia criativa está aquecida: trabalho autônomo já gera renda para mais de 22 milhões de brasileiros, diz pesquisa. O tele-trabalho aos poucos vai ganhando espaço e veio para ficar!

ler mais

20 junho 2017